3 dicas para o seu projeto de aplicativo não falhar

Eu venho participando diretamente do desenvolvimento de sites sistemas e aplicativos de forma constante nos últimos 12 anos, e mais intensamente nos últimos 18 meses desde que fundei a Alphacode, empresa especialista nesse tipo de projeto, e baseado na observação e participação em mais de 150 projetos nesse período cerca de 20 no último ano, gostaria de compartilhar com você algumas dicas que podem aumentar a chance de sucesso do seu projeto.

1 – Tenha um escopo claro

Grande parte da frustração em um projeto de desenvolvimento, eu diria que mais de 80%, acontece justamente devido a falta de um escopo claro que defina o real objetivo do projeto / aplicativo.

De maneira geral os responsáveis pela contratação do projeto na ânsia de lançar algo no mercado não dedicam a devida atenção a essa tarefa e não raro tentam iniciar o desenvolvimento do projeto apenas com base no que tem na cabeça no campo das idéia, sem antes colocar no papel.

A dica aqui é, esqueça a tecnologia, frameworks, metodologias etc… Defina o seu projeto textualmente, o que ele faz? Quais problemas resolve? Quais são os tipos de usuários? Como será acessado? Responda essas perguntas e parta para a construção da arquitetura / wireframe /ux / design, antes de pensar na primeira linha de código.

Na minha opinião a definição de um escopo bem definido é: um projeto onde no dia 1 de desenvolvimento é possível dizer, quantas telas o sistema/aplicativo terá e com quais funcionalidades.

2 – Foque em resolver problemas reais

Por mais óbvia que essa dica pareça não tem sido raro me deparar com idéias / soluções que resolvem problemas que simplesmente não existem, ou seja resolvem “não-problemas”, apenas para exemplificar.

Digamos que você esta criando um projeto que ira conectar pessoas para aluguel de imóveis, algo como o AirBnB ou similar, ah menos que seu modelo de faturamento esteja em cobrar uma comissão neste processo você não precisa se preocupar em fazer um sistema completo de e-mail para que as duas partes conversem por que elas simplesmente irão utilizar o WhatsApp ou outro Messenger pra fazer isso em 90% dos casos.

Foque em refinar o seu mecanismo de busca e avaliação para que o seu usuário encontre a melhor oferta possível, e deixe o meio de comunicação para quem se propôs a ser um meio de comunicação.

Esse é apenas um exemplo, mas a mesma idéia vale para verias outras questões que o seu aplicativo não precisa resolver, simplesmente por que já estão resolvidas.

3 – Mantenha a coisa simples

Esta é a principal e mais difícil dica a ser seguida, boa parte dos líderes de projeto de sistemas e aplicativos se tornam o que eu chamo de viciados em funcionalidades.

Não raro um projeto que começou com uma ideia em poucos meses se transforma em um mini Frankenstein que não sabe mais a sua real função e que ganha freneticamente sub-menus, dentro de sub-menus, simplesmente por que o líder de projeto quer atender a todas as possíveis utilizações da ferramenta.

Baseado em meu próprio acompanhamento e medição de diversos projetos que participei posso garantir, mais de 50% das funcionalidades implementadas no projeto são utilizadas por menos de 1% dos usuários ou nunca são utilizadas.

Sabe, aqueles 120 relatórios indispensáveis que levaram meses para serem feitos, a grande maioria nunca será acessada.

Concluindo

Nada do que eu coloquei aqui é uma regra ou verdade absoluta, são apenas dicas baseadas na experiência que tive em mais de 150 projetos que participei nas áreas de sistemas, aplicativos, e-commerce, games, redes sociais entre outros e que acho que vale a pena você considerar se esta pensando em iniciar um projeto de tecnologia.

…………………………………………………………………………………………………………………………..

Formado em Ciência da Computação pelo Centro Universitário Nove de Julho, Processos Gerenciais pela Universidade Anhembi Morumbi e MBA com ênfase em Engenharia de Software SOA pela FIAP (Faculdade de Informática e Administração Paulista) Rafael Franco é sócio e fundador da Alphacode, empresa de desenvolvimento de soluções digitais.

5 coisas para pensar antes de iniciar uma loja virtual

Todas as semanas recebemos contatos de pessoas interessadas em iniciar um projeto de loja virtual, porém infelizmente grande parte delas não tem a real dimensão da quantidade de detalhes que precisam ser definidos antes de iniciar um projeto destes, pensando nisso reunimos aqui os principais pontos de atenção que o empreendedor deve levar em conta.

Para quem não sabe onde quer chegar qualquer caminho esta correto

1 – Design

O primeiro ponto de atenção é relativo ao design que será utilizado na loja, você já possui uma identidade visual? Marca, logo etc? Se sim, isso deve ser levado em conta, se não, quem sabe não é a hora de criar.

Nessa questão existem algumas opções, são elas:

  • Criação de um design exclusivo, é a opção de maior custo mas garante que o visual de sua loja será único.
  • Utilização de template, também garante um resultado excelente com uma grande redução de custos no projeto.
  • Replicação do layout atual, essa é uma opção para quem já possui uma loja e pretende apenas migrar de plataforma

2 – Meio de pagamento

Como você pretende receber por suas vendas? Nesse quesito as opções são múltiplas, desde a integração direta com os meios de pagamento até a utilização de gateways ou intermediários de pagamento. Não sabe o que fazer? Fale com um especialista.

3 – Frete

Normalmente quem inicia no mercado de e-commerce imagina que a única forma de envio de produtos é o serviço dos Correios, pois além desse serviço existem diversas possibilidades de integração com transportadoras dos mais diversos portes, escolha a que for melhor para o seu negócio.

4 – Análise de risco

Analisar o perfil dos seus possíveis compradores pode ser vital para sua operação a depender do produto vendido com o objetivo de reduzir assim o “charge-back” e as fraudes em sua loja.

É nesse momento que os parceiros de análise de risco são integrados a sua loja virtual para aumentar a sua segurança.

5 – Notas fiscais

Venda feita, como emitir as notas fiscais? Chegou a hora de integrar uma solução de emissão de notas fiscais eletrônicas a sua loja, diretamente ou através de uma plataforma de ERP parceira.

Bom esses foram apenas 5 pontos principais mais eu poderia listar aqui mais 10 ou 20 muito importantes para o sucesso da sua loja virtual.

Por isso consulte sempre um especialista!

Até a próxima.